segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Um mundo em sintonia.

Por vezes gostava que o mundo conseguisse compreender-me, gostava que a minha mente acompanhasse o batimento do meu coração, ou até mesmo que tu me conhecesses melhor.
Era de noite, era sexta-feira, mais um dia como outro qualquer, mas de repente começo a ouvir alguém a chamar por mim. No inicio desconfiei que estava a alucinar, mas quem é que estaria a estas horas na rua? Não dormi nada a noite passada, deve ter sido isso, tenho de ver se descanso, mas as vozes continuavam. Afasto cuidadosamente as cortinas, tento não fazer barulho, e nesse momento vejo; vejo-te a ti, eras a primeira e a última pessoa que me apetecia ver agora.
- Por favor desce, é importante.
- Estás louco? Se os meus pais descobrem, eu estou feita, e além disso… Eu não quero falar contigo.
- Desce por favor, preciso de falar contigo.
Vou arrepender-me disto.
- Pronto, já cá estou. O que me querias dizer?
Ficámos uns longos dez minutos sem dizer nada um outro, até que tu finalmente quebraste o silêncio.
- Amo-te.
- O quê? Mas, tu ainda ontem me insultaste, desculpa mas tu não me conheces…
- Ontem não te conhecia, mas hoje fiquei a saber tudo sobre ti, percebi tudo pelo teu olhar, e pelo teu sorriso, percebi algo que as palavras não me podem transmitir.
Nesse momento, eu sorri, e ele sorriu de volta, acho que finalmente estávamos em sintonia.

Sem comentários:

Enviar um comentário